• Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon
CONTATO
Envie uma mensagem:

Seus detalhes foram enviados com sucesso!

O ‘Festival Afreaka: encontros de Brasil e África Contemporânea’ ganhou novas dimensões, e agora, em sua segunda edição, desembarca em São Paulo com programação em centros culturais dos quatro cantos da cidade. O evento, que ocorre entre os dias 1º e 25 de junho, conta com representantes de países como Quênia, Nigéria, Uganda, Zimbábue, Egito, África do Sul, Gana, Moçambique e Angola que chegam para trocar experiências, sonhos e reflexões com pensadores e artistas afro-brasileiros da Bahia, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná e São Paulo, consolidando-se como o maior festival de cultura africana contemporânea do país.

 

A programação, que nasce para questionar um fluxo de informações estereotipadas das Áfricas e das culturas afro-brasileiras, busca por uma narrativa que enxergue a presença africana como parte fundamental na formação do Brasil, ressaltando a importância de se estabelecer uma relação mais próxima com um dos principais centros de origem da nossa gente. Além de palestras e debates inéditos, uma mostra de cinema contemporâneo, seis exposições de arte, uma feira de empreendedorismo negro, apresentações de dança, música, grafite e performances marcam as atrações do Festival Afreaka.

O evento ocorre na Galeria Olido, Centro Cultural de Formação Cidade Tiradentes, Centro Cultural da Penha, Centro Cultural da Juventude e Centro de Pesquisa e Formação do SESC-SP. Assim, os pontos de encontros desse intercâmbio democrático, que descentraliza o acesso à informação, trazem à tona temas relevantes sobre a importância da multiplicidade de versões para a construção identitária, revelando Áfricas ativas e donas de suas próprias histórias.

O FESTIVAL
 
 
CENTRO CULTURAL
DA PENHA
CENTRO CULTURAL
DA JUVENTUDE
GALERIA
OLIDO
CFC CIDADE
TIRADENTES
NOVOTEL
JARAGUÁ
SESC CENTRO DE
PESQUISA E FORMAÇÃO
ONDE?