CLIQUE NO ESPAÇO PARA A PROGRAMAÇÃO

Resultado da junção das obras dos artistas Bianca Leite e Moisés Patrício, esta mostra desabrocha uma série de questionamentos culturais sobre o modo como a negritude - sob o olhar do homem e da mulher - é encarada por uma sociedade permeada por conceitos machistas e racistas. Pensada para criticar, empoderar e inspirar o público, a exposição é composta por fotografias em tecidos e instalações de gaes que convidam o espectador a refletir sobre o local ocupado pela população negra na sociedade que nos rodeia. Inspirados na visão transgressora da ativista e feminista negra Bell Hooks e do educador Paulo Freire, Bianca e Moisés travam em suas obras uma discussão sobre origem, posse e educação na formação do brasileiro.

Em um encontro explosivo de cores e contrastes, as lentes africanas e afro-brasileiras se unem trazendo a sensibilidade e inovação artística da cultura negra. Transportar para o Brasil a produção cultural contemporânea de diferentes países da África, em toda a sua riqueza e diversidade, e promover a dialogia com a raiz brasileira em busca de suas origens, é uma forma de entender e fomentar as aproximações permanentes entre opaís e o continente. Representações estéticas, marcas captadas, histórias visuais em movimento e retratos eminentes se encontram aqui, sinalizando os contrastes e diálogos da identidade de dois mundos separados pelo tempo, que permaneceram unidos no ímpeto cultural e que hoje rompem o mundo com suas identidades afro contemporâneas.

Horário de funcionamento: de terça a sexta, das 10h às 22h • ENTRADA GRATUITA
 
EXPOSIÇÕES CENTRO CULTURAL DA PENHA
Largo do Rosário, 20 - Penha, São Paulo - SP, 03634-020